Filtros Anti-Spams da Metaweb

Tudo sobre anti-spam da Metaweb

Será que existe algo mais irritante que abrir sua caixa de e-mail e se deparar com um punhado de mensagens novas totalmente desinteressantes, como produtos de emagrecimento milagrosos, ofertas "imperdíveis" de lojas virtuais ou até ficar rico de uma forma fácil? Infelizmente, essas mensagens chamadas de "spams", são umas das grandes mazelas da internet.

 

A Metaweb sabe muito bem a dor de cabeça que isso traz para seus clientes, e é por isso que oferece grandes aliados para minimizar ao máximo a chegada dessas mensagens indesejadas em sua caixa de entrada: os filtros anti-spams.

 

 

Os servidores da Metaweb possuem os filtros SpamAssassin, RBL (Real-time Blackhole List), GLD (Greylisting), e SPF (Sender Policy Framework), contudo apenas este último vem ativado por padrão. Os demais podem ser facilmente ativados através do painel de controle do cliente, e configurados de forma muito simples e intuitiva. Não é complicado entendê-los e isso o ajudará a configurá-los de uma forma mais eficiente.

 

 

O SpamAssasin é um filtro que entende uma mensagem de email como um spam através de um sistema de pontuação. Este ranking também sofre influencia direta de um parâmetro de sensibilidade, que pode ser ajustada pelo cliente.

 

 

 

Anti-spam da Metaweb

 

Ajuste de sensibilidade do SpamAssassin no Painel de Controle Metaweb


 

Outro ótimo aliado na guerra contra os Spams é o GLD (GreyListing). Instalado pela Metaweb, este algoritmo é uma recomendação dos padrões internacionais de configurações de servidores que seguem a norma RFC, e funciona basicamente com a premissa de que uma mensagem não é spam se ela for reenviada novamente pelo servidor do remetente. Entenda que os spams são mensagens em massa, e elas não são configuradas com cuidados especiais de envio, já que isso seria um problema crítico para os spammers – programas de envio de spams.

 

O RBL (Real-time Blackhole List) é uma espécie de lista negra compartilhada entre servidores do mundo inteiro, a qual contém uma infinidade de números IPs e domínios conhecidos por enviarem spams. As mensagens de emails vem identificadas com dados dos remetentes, e uma vez essas informações constem na lista negra, a mensagem é considerada spam.

 

Anti Spam BlackList e WhiteList da Metaweb

Por falar em lista negra, você cliente também pode criar sua própria, no painel da Metaweb, como mostra a imagem.

 

 

E por último, para reforçar o time, não podemos deixar de fora o anti-spam SPF (Sender Policy Framework), configurado e ativado por padrão nos servidores Metaweb. Esta tecnologia se propões a evitar o envio de mensagens disfarçadas, pois muitos spammers se "mascaram" para serem aceitos em servidores não configurados de forma correta. Para evitar o disfarce, é criada em servidor uma política SPF com critérios bem definidos e minunciosos, impedindo que uma mensagem seja enviada idoneamente por algum site ou programa malicioso que esteja alojado em algum servidor.

 

Como podemos ver, a tecnologia para combater o spam é levada muito a sério pela Metaweb, pois além de prejudicar seus próprios clientes – já que também podem ser fontes de vírus – essas mensagens consomem muito tráfego na internet mundial e nada mais são do que lixos eletrônicos. Nossos engenheiros e técnicos estão sempre se atualizando e aperfeiçoando para prestar a melhor segurança nos arquivos que os clientes confiam em nossas máquinas. Fiquem tranquilos!

 

Deixe um comentário

Metaweb

atendimento@metaweb.com.br

0800 881 9191

© 2002-2013 Metaweb Host Center
- Todos os direitos reservados -